19 de jan de 2006

Fones de ouvido

Olá!

Finalmente consegui um tempinho pra me dedicar ao blog.

Depois de gastar uma fortuna em conexão GPRS que foi minha única opção para acessar à Internet nos últimos dias, finalmente consegui instalar a conexão "quase banda larga" (Virtua 650) . Pra quem não sabe, me mudei pra Niterói (Fonseca) recentemente.

Chega de blá blá blá e vamos ao assunto : fones de ouvido.

Após comprar meu iPod, resolvi trocar os fones originais da Apple pelos seguintes motivos :

1) Os "desocupados" do centro do Rio de Janeiro já conseguem identificar os iPods através dos tradicionais fones brancos. A solução é disfarçar com um fone preto;
2) O qualidade de som é bem razoável, mas "estoura" os graves e os agudos ficam estridentes se aumentarmos muito o volume (bem alto mesmo).

Testei vários fones, de marcas diferentes, com preço variando de 20 a 180 reais. Todos os fones testados foram modelos pequenos. Não dá pra usar um fone gigante na rua. Eu iria aparecer um ET e a idéia é não chamar a atenção.

Sony MDR-EX71


O Sony MDR-EX71 pode considerado o melhor (e mais caro) entre todos os testados. Este fone de ouvido entra literalmente dentro do canal ouvido. No início é até díficil encaixar o fone. Ele acompanha várias borrachas de tamanhos diferentes e temos que achar qual é a mais confortável. Este tipo de fone, isola muito bem o som externo e permite que você use um volume bem menor no seu player, consequentemente economizando a bateria. Os graves e agudos são excelentes e o fone é muito confortável, o único problema é o preço : R$ 180,00. O mais caro que testei.


Koss - The Plug



Um outro fone muito bom é o Koss The Plug. Também encaixa dentro do ouvido como o Sony. A qualidade de som é um pouco inferior e não é tão confortável mas é o melhor custo-benefício, podendo ser encontrado a R$ 50,00.

Koss P3


Este fone tem excelente qualidade de som. Os graves e agudos são muito bons, mas pecou na sensibilidade :

"A sensibiblidade é expressa em dB (decibéis), unidade que indica a intensidade do som, refere-se à resposta de um circuito ou alto-falante à aplicação de um sinal elétrico. Essa resposta nada mais é do que o movimento do falante, que provoca variações na pressão sonora. Quanto mais sensível o falante, maior será o volume final obtido a partir da potência recebida do amplificador. Uma caixa mais sensível não requer um amplificador tão potente quanto outra de baixa sensibilidade."

Eu fui obrigado a colocar o volume do iPod no máximo para poder ouvir minhas músicas no volume que gosto. Resultado : reduziu muito a durabilidade da bateria. Preço : R$ 25,00.


Philips SBCHS 320


As hastes ajudam a prender bem o fone, permitindo fazer atividades físicas sem aquele problema do fone soltar. A qualidade do som é boa. Os graves são fracos mas o problema deste fone é o tamanho. Eles são grandes e machucam a orelha, a não ser que você seja o Dumbo. Além disto, pra piorar não acompanham aquelas espuminhas. São os verdadeiros "estrupadores" de ouvido. Duas horas de uso são suficientes para você desistir do fone. Preço : R$ 30,00.

Philips SHE 265


O Philips SHE 265 é um excelente fone. Tem ótima qualidade sonora, é confortável e também é bem barato, paguei R$ 24,00. O encaixe dele é bem confortável. O fone é bem pequeno e ainda acompanha as espuminhas. Só depois de algum tempo consegui encaixar o fone corretamente e finalmente os graves apareceram.

Conclusão

O melhor fone de todos em termos de qualidade é sem dúvida o Sony MDR-EX71 mas um único ponto me chamou atenção: ele quebra os fios igualzinho ao um fone de R$ 10,00. Acho que a Sony poderia ter feito um fio um pouco mais resistente para um produto com este preço.

Se você quer qualidade e não liga muito para a durabilidade compre o Sony, mas se quiser um usar um fone bom e barato, escolha o Philips 265. O modelo 255 é igual ao 265 mas não vem o estojo para guardar o fone, e é um pouco mais barato.